©2019 por Garcia Seguros RS - Kentros Redes Sociais

  • Garcia Seguros

Pane elétrica no veículo: e agora?



Na hora de organizar a mala para aquela viagem tão esperada, algumas pessoas fazem até uma lista dos itens que não podem esquecer. Mas será que essa preocupação existe com o carro? Ele recebe a devida atenção para que a jornada aconteça sem dores de cabeça?

Uma das principais situações que os motoristas vivenciam nas estradas é a pane elétrica, que pode ser resultado da ausência de manutenção do veículo e desgaste de alguns itens ao longo do tempo. O primeiro sinal desse sufoco é a dificuldade em dar a partida no automóvel. E para que esse problema não estrague sua viagem – ou até mesmo sua rotina sobre quatro rodas, é preciso observar os seguintes pontos:

Bateria Ela costuma ter uma vida útil de dois anos, dependendo do uso. Se na hora de dar a partida seu carro não funciona e as luzes internas ficam bem fracas, pode ser que a peça não tenha mais carga. Para ter certeza de que a bateria “arriou”, com a ajuda de uma bateria extra e de um cabo, fazer a transmissão de energia entre elas (a famosa ‘chupeta’). Se, ao final do procedimento, você religar o carro e ele continuar na mesma situação, é hora de trocar a bateria.

Combustível Abastecer seu veículo com combustível de má qualidade pode causar uma pane elétrica. A gasolina batizada contém sujeiras e impurezas que também podem queimar o sistema elétrico de injeção, dando mais dor de cabeça ao motorista.

Superaquecimento A fumaça sobre o capô começou a subir? É sinal de superaquecimento do motor. Quando isso acontece, o recomendado é que você espere o motor esfriar e completar o nível da água. Vale ter atenção redobrada para vazamentos no sistema e para a eficiência da tampa do reservatório.

Injeção Eletrônica Se a luz da injeção acendeu no painel e o carro desliga sozinho, o sistema elétrico do seu veículo está com algum problema. Infelizmente, nesse caso, é preciso levar o carro na concessionária ou em sua oficina de confiança, pois somente um mecânico especializado pode dar o diagnóstico preciso.

Mas e se você esqueceu de checar os pontos acima e acabou encarando uma pane elétrica? O primeiro passo é manter a calma e acionar o pisca alerta. Assim, os outros motoristas saberão do seu problema. Depois, leve seu veículo até o acostamento ou faixa da direita. Em seguida, entre em contato com o serviço de socorro da sua seguradora. É recomendável que esse contato seja feito com certa distância do carro, preferencialmente em algum abrigo.

.

.

.

fonte http://blog.suhaiseguradora.com/pane-eletrica-no-veiculo-e-agora/

2 visualizações